quarta-feira, 15 de março de 2017

DEZOITO COISAS QUE NÃO TE CONTARAM SOBRE A UNIÃO SOVIÉTICA

1)Entre 1892 e 1915 o PIB da Rússia sempre ficou próximo de 100 bilhões de rublos deflacionados, a partir de então caindo para a metade em razão da eclosão da 1ª Guerra Mundial, patamar em que se manteve mesmo depois da revolução bolchevique de 1917, por causa da Guerra Civil que perdurou até 1921 (oito exércitos estrangeiros, incluindo o dos EUA, invadiram a Rússia para tentar acabar com o socialismo, aliando-se ao exército branco (capitalista) que combatia o exército vermelho (socialista));

2)Em 1921 foi criada a GOSPLAN para planificar a Economia, investindo prioritariamente em infraestrutura, iniciando o PIB crescimento contínuo desde então, voltando a atingir os 100 bilhões de rublos, também deflacionados, já em 1927, 150 bilhões em 1937, 200 bilhões em 1949 e assim sucessivamente, até atingir os 550 bilhões de rublos em 1998. A única queda significativa do PIB foi nos anos da 2ª Guerra Mundial;

3)O PIB por habitante que era de cerca de 1 milhão de rublos em 1913, em 1929 estava em quase 2 milhões, em 1950 cerca de 3,5 milhões, em 1960 quase 5 milhões, até atingir quase 7 milhões em 1990, quando no resto do mundo o PIB/habitante ainda estava em cerca de 5 milhões de rublos;

4)Graças ao socialismo e à economia planificada, a URSS saiu de uma economia rural atrasada para uma sociedade industrial, multiplicando sua produção industrial por 52 somente até 1954, isto sem roubar recursos de países subdesenvolvidos;

5)Sob o regime socialista, a expectativa de vida na URSS subiu de 40 para 70 anos apenas em 4 décadas, até 1960, enquanto que a mortalidade infantil se reduziu em 90% no mesmo período;

6)Devido à melhora na alimentação, a estatura média dos homens que era de 156,6 cm em 1906, subiu para 164,4 cm em 1923, para 170,3 cm em 1943, para 174,97 cm em 1978, só vindo a cair depois da reimplantação do capitalismo, quando se apurou 167,74 cm em 2008;

7)O consumo de alimentos medido em Kcal por habitante por dia sempre foi na URSS superior ao dos EUA, Europa e Espanha entre 1961 e 1990, quando com a reimplantação do capitalismo, caiu de 3.500 para cerca de 2.900 Kcal/habitante/dia;

8)Em 1980 a URSS tinha mais médicos e leitos hospitalares do que os EUA, e um sistema educacional universal e gratuito, incluindo a universidade, com todo o material educacional sendo fornecido pelo Estado;

9)Em 1970 a URSS tinha 5 vezes mais engenheiros dos que os EUA;

10)Na Grande Depressão de 1929 até as vésperas da 2ª Guerra Mundial os EUA tinha altos índices de desemprego, que chegou nos primeiros anos da depressão a 23% da força de trabalho, enquanto na URSS o desemprego foi abolido já em 1930;

11)A Constituição soviética de 1936 implantava a carga horária de trabalho de 7 horas, reduzida para 6 ou até 4 horas, para as profissões mais árduas, perigosas ou insalubres, e a aposentadoria se dava no geral aos 60 anos, caindo para até 50 anos nas profissões penosas, insalubres ou perigosas, necessitando-se apenas 20 anos de trabalho para receber o salário integral;

12)A licença maternidade durava 1 ano, e a URSS foi o país que mais avançou na igualdade das mulheres no mercado de trabalho;

13)A URSS foi quem propôs, na figura do epidemiologista Viktor Zhdanov, na OMS e alavancou a campanha mundial pela erradicação da varíola, fornecendo boa parte das vacinas aplicadas no Terceiro Mundo;

14)Na URSS o transporte público era amplo e gratuito, tendo a maior e mais moderna rede ferroviária do mundo;

15)Na URSS a moradia, a energia elétrica, o gás e a calefação não demandavam mais de 30% do salário do trabalhador;

16)Em março de 1991 76,4% da população votou pela preservação da URSS, mas em agosto do mesmo ano, um golpe de estado aplicado por Boris Yeltsin ocasionou a renúncia de Mikhail Gorbachov. Graças às políticas de Yeltsin em 1992 a população consumia apenas 40% do que no ano anterior, e um terço da população caiu na pobreza;

17)Em 8 anos após o golpe de estado, mais de 73 milhões de russos haviam caído na pobreza;

18)Desde 1985 quando assumiu Gorbachov até 2000 quando terminou o mandato de Yeltsin, a natalidade caiu continuamente, enquanto a mortalidade aumentava na mesma proporção, índices desfavoráveis que só se inverteram quando Putin assumiu o governo. Por isso que segundo uma pesquisa de 2014, mais de 60% dos russos querem o retorno do socialismo e à URSS;


(Dados do Economista Henri Houben, em seu livro “A Crise de 30 Anos”)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

PSDB X PT EM NUMERO FHC X LULA

 Produto Interno Bruto:
2002 – R$ 1,48 trilhões
2013 – R$ 4,84 trilhões


2. PIB per capita:
2002 – R$ 7,6 mil
2013 – R$ 24,1 mil

3. Dívida líquida do setor público:
2002 – 60% do PIB
2013 – 34% do PIB

4. Lucro do BNDES:
2002 – R$ 550 milhões
2013 – R$ 8,15 bilhões

5. Lucro do Banco do Brasil:
2002 – R$ 2 bilhões
2013 – R$ 15,8 bilhões

6. Lucro da Caixa Econômica Federal:
2002 – R$ 1,1 bilhões
2013 – R$ 6,7 bilhões

7. Produção de veículos:
2002 – 1,8 milhões
2013 – 3,7 milhões

8. Safra Agrícola:
2002 – 97 milhões de toneladas
2013 – 188 milhões de toneladas

9. Investimento Estrangeiro Direto:
2002 – 16,6 bilhões de dólares
2013 – 64 bilhões de dólares

10. Reservas Internacionais:
2002 – 37 bilhões de dólares
2013 – 375,8 bilhões de dólares

11. Índice Bovespa:
2002 – 11.268 pontos
2013 – 51.507 pontos

12. Empregos Gerados:
Governo FHC – 627 mil/ano
Governos Lula e Dilma – 1,79 milhões/ano

13. Taxa de Desemprego:
2002 – 12,2%
2013 – 5,4%

14. Valor de Mercado da Petrobras:
2002 – R$ 15,5 bilhões
2014 – R$ 104,9 bilhões

15. Lucro médio da Petrobras:
Governo FHC – R$ 4,2 bilhões/ano
Governos Lula e Dilma – R$ 25,6 bilhões/ano

16. Falências Requeridas em Média/ano:
Governo FHC – 25.587
Governos Lula e Dilma – 5.795

17. Salário Mínimo:
2002 – R$ 200 (1,42 cestas básicas)
2014 – R$ 724 (2,24 cestas básicas)

18. Dívida Externa em Relação às Reservas:
2002 – 557%
2014 – 81%

19. Posição entre as Economias do Mundo:
2002 - 13ª
2014 - 7ª

20. PROUNI – 1,2 milhões de bolsas

21. Salário Mínimo Convertido em Dólares:
2002 – 86,21
2014 – 305,00

22. Passagens Aéreas Vendidas:
2002 – 33 milhões
2013 – 100 milhões

23. Exportações:
2002 – 60,3 bilhões de dólares
2013 – 242 bilhões de dólares

24. Inflação Anual Média:
Governo FHC – 9,1%
Governos Lula e Dilma – 5,8%

25. PRONATEC – 6 Milhões de pessoas

26. Taxa Selic:
2002 – 18,9%
2012 – 8,5%

27. FIES – 1,3 milhões de pessoas com financiamento universitário

28. Minha Casa Minha Vida – 1,5 milhões de famílias beneficiadas

29. Luz Para Todos – 9,5 milhões de pessoas beneficiadas

30. Capacidade Energética:
2001 - 74.800 MW
2013 - 122.900 MW

31. Criação de 6.427 creches

32. Ciência Sem Fronteiras – 100 mil beneficiados

33. Mais Médicos (Aproximadamente 14 mil novos profissionais): 50 milhões de beneficiados

34. Brasil Sem Miséria – Retirou 22 milhões da extrema pobreza

35. Criação de Universidades Federais:
Governos Lula e Dilma - 18
Governo FHC - zero

36. Criação de Escolas Técnicas:
Governos Lula e Dilma - 214
Governo FHC - 11
De 1500 até 1994 - 140

37. Desigualdade Social:
Governo FHC - Queda de 2,2%
Governo PT - Queda de 11,4%

38. Produtividade:
Governo FHC - Aumento de 0,3%
Governos Lula e Dilma - Aumento de 13,2%

39. Taxa de Pobreza:
2002 - 34%
2012 - 15%

40. Taxa de Extrema Pobreza:
2003 - 15%
2012 - 5,2%

41. Índice de Desenvolvimento Humano:
2000 - 0,669
2005 - 0,699
2012 - 0,730

42. Mortalidade Infantil:
2002 - 25,3 em 1000 nascidos vivos
2012 - 12,9 em 1000 nascidos vivos

43. Gastos Públicos em Saúde:
2002 - R$ 28 bilhões
2013 - R$ 106 bilhões

44. Gastos Públicos em Educação:
2002 - R$ 17 bilhões
2013 - R$ 94 bilhões

45. Estudantes no Ensino Superior:
2003 - 583.800
2012 - 1.087.400

46. Risco Brasil (IPEA):
2002 - 1.446
2013 - 224

47. Operações da Polícia Federal:
Governo FHC - 48
Governo PT - 1.273 (15 mil presos)

48. Varas da Justiça Federal:
2003 - 100
2010 - 513

49. 38 milhões de pessoas ascenderam à Nova Classe Média (Classe C)

50. 42 milhões de pessoas saíram da miséria

FONTES:
47/48 - http://www.dpf.gov.br/agencia/estatisticas
39/40 - http://www.washingtonpost.com
42 - OMS, Unicef, Banco Mundial e ONU
37 - índice de GINI: www.ipeadata.gov.br
45 - Ministério da Educação
13 - IBGE
26 - Banco Mundial 



Obs: Esta postagem pertence ao Clodair R. Junior  estou apenas compartilhando pra promover um debate, quem tiver dados contrarios por favor se manifeste aqui pois o espaço é democraticamente aberto a todos abraços